EXPEDIENTE |  CONTATO |  HOME  



PUBLICIDADE

Postado por Tarcio Santos | 10/03/14 - 10:35

Rescaldo

Um carnaval que não foi igual ao que passou

Clique para ampliarAinda na ressaca do recém-encerrado carnaval, os erros e acertos da festa vão continuar, ainda por algum tempo, sendo alvo de discussão em todas as rodas de pessoas ligadas às escolas de samba. E o motivo principal é o desempenho vários julgadores que mereceram críticas dos sambistas de um modo geral.

As reclamações, muitas delas são justas, provam a necessidade urgente de que mudanças aconteçam não só na equipe de julgadores, mas também na forma em que as escolas são avaliadas. A questão, por exemplo, do Império da Tijuca, que pagou por abrir o desfile, é antiga, em anos anteriores outras escolas tiveram a mesma sorte. Foi assim ano passado com a Inocentes de Belford Roxo, e com a Paraíso do Tuiuti em 2001, que em verdade mereciam ter ficado no Grupo Especial. Mas não são apenas as escolas que abrem o desfile que sofrem prejuízos. Todas as escolas que desfilam no domingo acabam sendo penalizadas pelos julgadores diante dos critérios que são estabelecidos para a avaliação.

Quem tiver acesso aos mapas vai perceber a coincidência de notas que são dadas às escolas de domingo, sempre de forma mais rigorosa que as de segunda feira.

E isso acontece pelo seguinte: os julgadores só fecham os mapas com as notas definitivas na segunda feira, o que faz com que, dentro do processo de comparação, as agremiações de domingo acabem levando a pior, inclusive pelo fato de os julgadores irem para casa e terem acesso toda a sorte de informação, via mídia. A partir daí passam a ter uma posição definida sobre o desfile que assistiram na noite anterior e estabelecem a comparação com o desfile de segunda feira. Diante de tal fato, se União da Ilha ou a Portela, por exemplo, tivessem desfilado no domingo, talvez não alcançassem a colocação que conseguiram.

Tentativas foram feitas para que a situação mudasse e os critérios de julgamento fossem modificados. Eu mesmo, quando representante da União da Ilha, propus em duas oportunidades que os mapas fossem fechados ao final do dia de cada desfile. Nas duas oportunidades minha proposta foi derrotada. O mesmo aconteceu com o ex-presidente da Mocidade Independente de Padre Miguel, Paulo Viana, que me disse ter feito a mesma proposta e também foi derrotado. Por isso não adianta jogar culpa na LIESA, pois dela não é a decisão final sobre as questões do carnaval.

Em verdade, tudo o que está ligado ao desfile passa pela deliberação do plenário, que é composto por presidentes e representantes, cabendo a entidade apenas seguir aquilo que foi ajustado.

Como se vê, caso queiram as escolas podem mudar o atual estado de coisas, fazendo com que a competição fique mais equilibrada e atraente para o público.

Criticas e reclamações à parte, pode se dizer que nem tudo foi perdido nos desfiles desse ano.

Na série A, por exemplo, em anos anteriores com desfiles tão contestados, não se registraram reclamações sobre o resultado final que de forma merecida levou a Unidos do Viradouro de volta ao Grupo Especial. Destaque, também, para a bateria da Estácio que esteve impecável e ao bom desfile da Unidos de Padre Miguel.

No Especial, destaque para o grande desfile da Portela, relembrando os velhos tempos, para o grande desfile do Salgueiro, que teve o titulo na mão, e a vitória do talento de Paulo Barros, na Unidos da Tijuca. Para não dizer que não falei das flores destaco, com o coração em festa, o ótimo desfile da União da Ilha e a consolidação do nome do carnavalesco Alex de Souza no rol dos grandes artistas do nosso carnaval.

Finalmente, uma saudação especial à Unidos de Bangu, que ano que vem volta à Sapucaí para relembrar os bons tempos em que foi comandada por Vanderlei Portugal, lá pelos anos 80.

Agora é recarregar baterias e aguardar os preparativos para o carnaval 2015. Que seja menos conturbado que 2014.

Fui!!

Permalink »    Debater no Espaço Aberto »

Últimos textos publicados:

  1. 30 anos, do sonho à realidade
    23/02/14 - 13:39

  2. 82 anos de magia
    10/02/14 - 14:14

  3. Reedições: um assunto a ser (re)discutido
    26/12/13 - 09:58

  4. Bons sambas vão garantir o carnaval 2014
    07/12/13 - 13:27

  5. A festa vai começar
    12/07/13 - 13:45

arquivo

participe

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2000-2013 - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro
Sábado, 27 de Agosto de 2016 - 03:18:01 | Expediente e Créditos |  Administração

Informe email e senha