EXPEDIENTE |  CONTATO |  HOME  



PUBLICIDADE

Postado por Tarcio Santos | 31/10/10 - 10:38

Sobrinho

Uma voz que faz falta ao samba

Clique para ampliarLeio no GALERIA DO SAMBA que Sobrinho, voz marcante do samba nos anos 80 fez uma visita a Unidos da Tijuca, relembrando momentos daquele que foi seu melhor momento no samba. Foram quatro ou cinco anos de êxitos que valeram ao excelente cantor uma transferência milionária, em termos da época, para a Unidos de Vila Isabel. Com certeza tem gente que não lembra, mas Sobrinho foi das primeiras contratações da gestão do Capitão Guimarães, em 1985. É verdade que questões internas impediram Sobrinho de defender a Vila no desfile, o que o levou a breve passagem pela Imperatriz Leopoldinense.

Não vou, embora saiba, entrar em detalhes de tudo o que acabou levando o bom e velho Sobrinho a ir para o esquecimento, mas uma coisa não se pode negar: é uma das vozes mais marcantes do samba.

Com seu bordão inconfundível, carregado nos erres, VAI MEU RRRRITMO, Sobrinho teve o privilégio de cantar na Estação Primeira de Mangueira ao lado do grande Jamelão, de quem, segundo ele, recebeu importantes ensinamentos. O Mestre tinha um carinho especial por Sobrinho, e quando se referia a ele era sempre para falar da firmeza da voz e da maneira de cantar. Ao contrário de Jamelão, Sobrinho sempre fez questão, e creio ainda faz, de ser intitulado de puxador de samba enredo.

Para encurtar a história, Sobrinho foi o único puxador de quem ouvi Jamelão fazer referência como seu sucessor no carro de som da Mangueira.

Clique para ampliarAlém das escolas aqui já citadas, Sobrinho teve passagem importante no Acadêmicos de Santa Cruz, Tupi de Brás de Pina e até na experiência fracassada da Nação Rubro Negra, que desfilou apenas um ano.

Não posso deixar de fazer referência a iniciativa da Unidos da Tijuca, na pessoa de seu presidente Fernando Horta, em dar esse carinho a alguém que tanto fez pela samba e em particular pela escola campeã do último carnaval.

Hoje nossas escolas têm grandes intérpretes, mas sem dúvida o velho e bom Sobrinho, que já foi até merecedor de elogios de Roberto Carlos, é uma voz que faz muita falta ao samba carioca.

Permalink »    Debater no Espaço Aberto »

Últimos textos publicados:

  1. Um carnaval que não foi igual ao que passou
    10/03/14 - 10:35

  2. 30 anos, do sonho à realidade
    23/02/14 - 13:39

  3. 82 anos de magia
    10/02/14 - 14:14

  4. Reedições: um assunto a ser (re)discutido
    26/12/13 - 09:58

  5. Bons sambas vão garantir o carnaval 2014
    07/12/13 - 13:27

arquivo

participe

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2000-2013 - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro
Sexta-Feira, 21 de Novembro de 2014 - 16:46:50 | Expediente e Créditos |  Administração

Informe email e senha